CRIAÇÃO › PRIMERIOS PASSOS
O Clube Minho Clássico foi criado por um grupo de amigos, que partilha de uma paixão por veículos antigos, clássicos, motas antigas e outros de interesse museológico, tendo começado numa primeira fase com encontros mensais na marina de Viana do Castelo e em Ponte de Lima.
Primeiros Encontros
Tinham uma finalidade a promoção dos clássicos, troca de informações para recuperação dos mesmos, assim como a sua manutenção e o conhecimento em geral das pessoas que se dedicam a esta atividade.
2009
Fundação CMC
A fundação do clube Minho Clássico iniciou-se em Setembro de 2009, em consequência da forte adesão dos habituais participantes nos encontros, que questionaram durante um almoço de confraternização sobre a possível constituição de um clube que fosse mais abrangente para todos os entusiastas dos veículos clássicos/antigos e outros na região do Minho
2010
Existência Legal
O Clube Minho Clássico passaria a ter a sua existência legal a 23 de Setembro de 2010, aquando da aprovação dos estatutos e consequente constituição de associação, celebrada através de escritura notarial registada no cartório de Maria Isaura Martins no livro 165-B desta cidade
Emblema/Logótipo
O emblema do Clube Minho Clássico espelha a região do Minho, já que os seus elementos figurativos para além de um veículo clássico ( Bugati), tem como pano de fundo os tão celebres espigueiros do Soajo que são o ex-libris de todo o Minho emoldurados por uma coroa de louros verdes também a cor desta verdejante região.
PRESENTE
 

Volante Solidário

 

Ao tornar-se sócio do Clube Minho Clássico, está a contribuir com 5% do valor da sua quota para ação social, um compromisso CMC.

A procura de vantagens não deve ser a nossa única preocupação, nem tão pouco a motivação principal do Clube, por isso, para além da oferta de valor e benefícios para os associados, o CMC tem outras obrigações e preocupações sociais.